Você está aqui
Home > Empreendedorismo > Algumas alternativas para abrir a sede de sua empresa

Algumas alternativas para abrir a sede de sua empresa

A falta de capital para arcar com os custos de uma sede própria não pode ser um obstáculo para um empreendedor iniciante. Veja as melhores opções para abrir uma empresa em tempos de crise econômica e descubra qual formato combina mais com o seu jeito de empreender.

Existem algumas alternativas para quem quer abrir um negócio sem gastar muito dinheiro. Dá para abrir um negócio em casa, no coworking, no escritório flexível ou até mesmo em lugar nenhum.

As empresas home-based é uma boa alternativa para empreendedores que precisam apenas de um notebook conectado para dar início a um projeto. Em 2015, a porcentagem de empresas desse tipo abertas no país foi de 44%. O empreendedor que instala uma empresa na sala de casa precisa tomar uma série de cuidados. Em primeiro lugar deve avaliar se o seu perfil combina com esse formato.

Para fazer a empresa crescer terá que criar as suas próprias regras, determinar um espaço físico dentro de casa, estabelecer horários e determinar processos, o que não é nada fácil. É preciso ter disciplina, autoconfiança, perseverança e um bom conhecimento da área em que vai atuar. E saber lidar com a solidão típica dos empreendedores sem escritório.

Se o isolamento do home-based não combina com você, uma boa opção é o coworking. A alternativa é popular para aqueles empreendedores que se encantam com a possibilidade de dividir o espaço com outros empreendedores.

Nesse ambiente compartilhado, o empreendedor paga um valor mensal para ter direito a usar a infraestrutura (mesas, cadeiras, internet, telefone, água, luz), além de ter acesso às salas de reuniões. É um ambiente propício para novos modelos de negócio.

Mas, para o empreendedor que precisa de um ambiente mais formal para fazer reuniões e atender o público pode recorrer aos escritórios flexíveis. Nessa alternativa, as salas exclusivas vêm acompanhadas por recepcionista, internet, manutenção, limpeza e, em alguns casos com vaga de estacionamento. Este modelo é mais procurado para quem precisa passar credibilidade, mas é uma alternativa mais cara.

Se o empreendedor precisa apenas de um endereço comercial e fiscal, uma proposta barata é o escritório virtual. Esses espaços oferecem também secretárias e um numero de telefone exclusivo, controle de correspondências e descontos para uso de salas de reuniões.

Empreendedores mais radicais apostam em suas sedes que só existem na nuvem, não há sede física, nem encontros presenciais, nem mesmo uma localização específica. Para eles, ter uma empresa sem sede é mais do que uma opção para cortar custos, é um estilo de vida. Quem dá início a um negócio sem sede deve ter em mente que o modelo costuma ter um limite.

Em algum momento, o crescimento da empresa obrigará aos empreendedores procurarem um endereço definitivo. É preciso ficar atento aos sinais e se preparar para esta transição. E você, empreendedor deve fazer uma reserva financeira para poder arcar com todos os custos da mudança.

E-book gratuito: Home Office – Um guia de como empreender em casa
Este e-book foi elaborado para aqueles profissionais do turismo que precisam ou querem mudar a maneira de ver, pensar e agir no campo profissional/empresarial, descobrindo novos desafios e novas oportunidades.

Agradeço pela atenção e até o próximo post! Paz, Saúde e Sucesso Sempre!

Fonte: #PEGN

facebook-profile-picture
Antonio Moreno
"O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem" Consultoria e Assessoria. CEO do Grupo Tradeclube Soluções. E-mail: antonio@tradeclubenetwork.com WhatsApp: 55-21-98117-2011
http://www.tradeclubenetwork.com

One thought on “Algumas alternativas para abrir a sede de sua empresa

Deixe uma resposta

Top