Empreendedor, liderar é a sua tarefa.

Ser líder já é difícil, imagina ser empreendedor e ainda um bom líder. É uma tarefa ainda mais desafiadora, mas não impossível.

Empreendedor é, por definição, um líder. Ele pode assumir esta responsabilidade ou não. Mas é essa decisão que pode determinar o futuro de sua empresa. Liderança é o que faz a estratégia ser executada. Liderança é o que produz resultado. E no fim do dia, a única coisa que importa é o resultado, em todas as suas dimensões.

Alguns empreendedores se acham incapazes de liderar. Se veem como técnicos, inventores, vendedores, embaixadores ou qualquer outra coisa, mas não como líderes capazes de fazer a organização fazer o que tem que ser feito.

Isto pode ser uma barreira, falta de fé em si mesmo, ou falta de apreciação pela gestão. Na maior parte das vezes, é apenas um problema de autoconfiança ou desconhecimento do que significa liderar.

Ao acompanhar empreendedores, é nítido que o principal gargalo para o desenvolvimento das empresas não está nas questões técnicas de negócios, como muitos poderiam imaginar, mas sim, na figura do empreendedor como líder. Sua capacidade de aprender e evoluir junto com a maturidade da empresa, deve chegar ao ponto em que formar outros líderes, que multipliquem sua visão do negócio, vire o foco principal. Pensando nisso, que tipo de líder você quer ser para o seu negócio, empreendedor?

Líderes empreendedores são os principais pilares que separam empresas fantásticas das boas e ruins. A definição de liderança é um indivíduo que consegue agregar destreza profissional com humildade pessoal e tem um foco constante em resultados sustentáveis de longo prazo. O segredo desses líderes para alcançar estes resultados, estaria ligado à preocupação em garantir que a sua equipe (todos) esteja “remando na mesa direção”.

Mesmo que o desafio pareça grande, fique tranquilo. Ninguém aprende a liderar da noite para o dia. É uma competência complexa, dura de desenvolver. Demora. É um processo de autoamadurecimento que todos os grandes líderes passam. Liderar é uma parte essencial do papel do empreendedor. Lidar com as pessoas é necessário e não dá para delegar ou fingir que elas não estão lá ou que elas não precisam de liderança. Elas precisam. E esta função é sua, empreendedor.

A visão popular sobre o que é um líder muitas vezes está representada por um indivíduo “superior”, dotado de habilidades extraordinárias e que sempre tem as respostas certas para guiar seus liderados. Essa mentalidade cria uma pressão descomunal em líderes de diversas organizações para não hesitarem e não demonstrarem dúvidas, resultando numa geração de gestores intransigentes e inseguros, incapazes de pedir ajuda e de criar uma atmosfera de colaboração na empresa.

A criação de um laço de identificação interpessoal é uma forma muito mais poderosa de liderar e inspirar equipes do que o medo supostamente transmitido por uma figura “superior”. Ou seja, demonstrar fraquezas e se mostrar vulnerável pode criar uma profunda relação de respeito que, além de tornar o trabalho mais prazeroso e divertido, tem resultados muito superiores comprovados em equipes de alto desempenho.

Na prática isso significa muita comunicação – um a um, em reuniões, por e-mail, whatsapp etc. Em alguns momentos, isto será mais estruturado como, por exemplo, nas clássicas reuniões periódicas de equipe. Outras vezes será bem informal, em pé no cafezinho ou via duas linhas de chat.

O importante é que seja uma conversa que esteja sempre em andamento, sem grandes interrupções, mantendo o contato com a realidade e o foco no trabalho e nos resultados do liderado. E por mais digital que seja a cultura da empresa, de vez em quando tem que rolar um olho no olho. Tem coisas que só o contato pessoal permite identificar.

Mas, por maior e mais madura que a empresa seja, o líder máximo nunca perde a função. Isto não muda com o tempo. Liderar sempre vai consumir tempo. Aliás, vai ficar mais complexo e mais desafiador ao longo do caminho. Todo empreendedor vai sempre ter que equilibrar atentamente o tempo que gasta com a função de liderança e o tempo que ele gasta com outras atribuições.

Mas, mesmo com essas características, a jornada de alguém que está à frente de um negócio com esse perfil não é nada fácil – assim como a vida de qualquer empreendedor.

 

facebook-profile-picture

"O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem" Consultoria e Assessoria. CEO do Grupo Tradeclube Soluções. E-mail: antonio@tradeclubenetwork.com WhatsApp: 55-21-98117-2011

Deixe uma resposta