Você está aqui
Home > Artigos > Estratégias do Turismo Online – Franquia Virtual

Estratégias do Turismo Online – Franquia Virtual

0000074179

O empreendedorismo ganhou o mundo virtual e vem expandindo fronteiras no comércio eletrônico, principalmente no mercado de turismo. Mais quais são os melhores caminhos diante do universo aparentemente infinito de oportunidades e malandragens da web? O futuro realmente está na Internet? 

Para responder a essas perguntas vamos conhecer outro produto e saber um pouco mais sobre, que segundo especialistas, são um dos mercados mais quentes e lucrativos do momento: uma franquia virtual de turismo.

Na contagem regressiva para sediar grandes eventos esportivos como a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, o setor de turismo no Brasil passa por um bom momento. A meta do MTur (Ministério do Turismo) para 2022 é colocar o Brasil como uma das três maiores economias turísticas do mundo.

De acordo com o balanço nacional de 2011 da ABF (Associação Brasileira de Franchising), as franquias do segmento lideraram o crescimento do setor, garantindo às empresas franqueadoras um faturamento de R$ 2,7 bilhões e a previsão para 2012 é crescer em torno de 15%.

Mas, não se pode confiar somente na expansão do mercado, é preciso ter muita atenção no dia a dia do negócio. O rendimento dependerá de uma série de fatores, desde o modelo de negócio escolhido até a motivação da equipe e conhecimento do franqueado sobre o mercado de turismo.

Uma franquia virtual em turismo consiste numa franquia que reúne três tendências mundiais para compor o seu negócio: o Turismo, a Internet e as Vendas Diretas. É um modelo de negócios que utiliza o meio digital para a comercialização de produtos e serviços e sendo uma boa opção para quem pretende abrir um negócio na internet sem precisar investir muito.

Se compararmos os custos de um investimento inicial de uma franquia virtual com uma franquia normal, alguns pontos chamam a nossa atenção: Baixo investimento inicial que pode variar de R$ 1.500 a R$ 4.000; Não há necessidade da locação de um ponto comercial; Não precisa contratar funcionários; Na maioria das franquias virtuais, não há a cobrança de taxa de royalties, propaganda e marketing e sem exclusividade por região, ou seja, o franqueado poderá fechar negócios em todo o território brasileiro.

Cabe a franqueadora se responsabilizar juridicamente e operacionalmente por toda a rede, pelo desenvolvimento do negócio, estabelecendo regras para implementação e gestão da franquia, treinando e capacitando os franqueados e supervisionando e monitorando a rede de franquias. Cabendo ao franqueado somente gerenciar a sua franquia virtual através de qualquer computador em qualquer lugar do mundo.

O franqueado além de ter um “escritório virtual” onde ele poderá gerenciar toda a sua franquia, também terá a sua própria agência de viagens online para comercialização de produtos e serviços turísticos, normalmente hotéis, passagens aéreas e pacotes, e ganhando um comissionamento que varia de 8% a 12% dependendo do plano de franquia escolhido e do serviço vendido para o consumidor final.

Alguns benefícios:

  • Um site individual para fazer suas vendas online;
  • Não precisa contratar uma equipe de desenvolvimento de sistemas;
  • Contratos com hotéis, companhias áreas e/ou operadoras
  • Contratos com operadoras de cartão de crédito;
  • Locação de um servidor web.

Mas, dada a velocidade das informações, parece cada vez mais difícil antecipar os modelos que realmente podem gerar lucros e que são totalmente confiáveis. Portanto, a melhor opção, antes de tomar uma decisão final é analisar pacientemente e racionalmente as ofertas disponíveis.

É preciso ficar atento. Prestar atenção em alguns detalhes vai fazer muita diferença e será um fator determinante para a sua decisão.

  • Pesquise bem a empresa antes de entrar, analise bem a proposta para não se confundir com empresa piramidal, pois a maioria ilude sobre os ganhos oferecidos, veja se ela tem CNPJ e outros documentos de autorização para comercializar produtos ou serviços, caso exija alguma autorização de algum órgão competente. Se a empresa for localizada em outro país, verifique em sites internacionais competentes, veja quem está por trás dos negócios.
  • Procure referências, faça buscas pela internet em sites de relacionamentos e mecanismos de buscas.
  • Verifique quais os produtos ou serviços, veja se tem vantagens e se vai atingir o seu publico alvo, se é de fácil aceitação das pessoas e se este produto ou serviço tem um diferencial e valor de mercado.
  • Procure saber, antecipadamente, sobre a estrutura operacional da empresa, se a equipe de retaguarda é profissional e qualificada para atender e suprir as suas necessidades.
  • Dê preferência àqueles nos quais o franqueador não seja o único ou o principal fornecedor para a rede. Nestes negócios, o franqueado geralmente estará a mercê de preços estabelecidos pelo franqueador, que nem sempre tem interesse em buscar os melhores produtos e serviços a preços competitivos.
  • Participe das conferências fornecidas pela empresa e esclareça todas as suas dúvidas.

Desconfie dos sistemas de trabalho fantásticos e com altos lucros financeiros nos primeiros meses. Lembre-se que, sua renda vai ser determinada, em grande parte, por você, sua determinação, suas atitudes, seu investimento em publicidade e seu acompanhamento aos interessados no negócio. E não aposte somente nos grandes eventos esportivos para estruturar o seu negócio online,. É preciso fazer um planejamento de longo prazo para que seu negócio dure após esses eventos. Enfim, os resultados sendo positivos ou negativos serão sempre baseados em seus próprios esforços.

Se você já passou por uma experiência ou participa de alguma franquia virtual de turismo, registre a sua opinião aqui.

facebook-profile-picture
Antonio Moreno
"O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem" Consultoria e Assessoria. CEO do Grupo Tradeclube Soluções. E-mail: antonio@tradeclubenetwork.com WhatsApp: 55-21-98117-2011
http://www.tradeclubenetwork.com

Deixe uma resposta

Top