Você está aqui
Home > Artigos > Faça de 2014 um ano mais produtivo

Faça de 2014 um ano mais produtivo

2014

Nada é mais importante e fundamental do que você, empreendedor planejar os negócios futuros. Para isso, é necessário tornar a sua empresa mais eficiente, diminuir os gastos desnecessários, reduzir as urgências, melhorar as reuniões, maximizar os investimentos e criar uma equipe motivada e com mais equilíbrio, foco e execução, sempre com o intuito de aumentar a produtividade, a rentabilidade e qualidade de vida de seus colaboradores. 

E você, normalmente, fica se perguntando: Como aumentar a produtividade? Como conquistar o comprometimento das pessoas? Como solucionar os problemas e dificuldades operacionais da empresa? Como melhorar a harmonia entre os meus colaboradores? E o que fazer para aumentar as vendas?

Portanto, aproveite e inclua no Planejamento Estratégico de sua empresa algumas questões fundamentais para o desenvolvimento de sua equipe. A maioria das empresas que tem este tipo de problema tem sérias dificuldades em uma área até agora pouco valorizada: gestão de pessoas e especificamente de relacionamentos e até de uma liderança motivadora. E as raízes destes sintomas residem na pouca (ou nenhuma) habilidade do empresário em dirigir pessoas.

Com muita frequencia alguns empresários têm o foco direcionado para a importância de conhecer os clientes, conhecer os concorrentes, fusões, parcerias estratégicas, porém, muito pouco se faz para conhecer melhor cada um de seus colaboradores, para desenvolver uma comunicação eficiente e eficaz e ainda extrair o máximo de seu potencial individual.

Os resultados somente aparecerão quando você começar a pensar proativamente neste assunto ou, então, contar com o apoio de especialistas – o que não é muito comum nas empresas, principalmente em Turismo – para garantir que 2014 seja um ano mais produtivo.

Um empresário tem que conquistar a mente e o coração das pessoas. A mente toma decisões, mas é o coração que se compromete. Uma equipe motivada, bem liderada e que recebe elogios na dose certa é capaz de remover montanhas, ultrapassar limites e realizar o impossível porque está com a mente e o coração comprometidos. O empresário de verdade faz cada liderado acreditar no que ele acredita, a sonhar o seu sonho.

Arrume um tempo e aproveite este início do ano e inclua no Planejamento de sua empresa algumas questões fundamentais sobre gestão de pessoas para garantir que 2014 seja um ano realmente produtivo e com excelentes resultados. Leia e avalie (questione-se) sempre!

Projetos, metas, processos e tudo mais que se possa definir na estratégia de uma organização não tem como evoluir sem pessoas. E pessoas precisam de tempo, pois sem ele não há resultados. Pense em novas ferramentas de produtividade, cursos de capacitação sobre o assunto, reuniões, para que a equipe reveja processos e questione de como ela pode ser realmente efetiva.

Você deve ser mais exigente consigo próprio e se questionar muito, principalmente na área de relações interpessoais, pois a partir do momento em que você se torna um empresário vai passar a depender mais dos outros.

Para elevar o nível de desempenho de seus colaboradores e incentivar a criatividade e inovação, faça de tudo para aumentar a autoestima de cada um. Aproveite a autoridade que tem para edificar e deixar gratas lembranças nas pessoas e principalmente jamais se aproveite dela para benefício próprio.

Ao invés de criar diversas metas, que tal definir um grande objetivo, criar indicadores precisos, comunicar-se adequadamente com a equipe e criar um sistema de acompanhamento que reflita no dia-a-dia de todos?

Exigir que seus colaboradores pensem e ajam como você, não vai adiantar muito. Tente explicar para eles o que espera de cada um, avalie o desempenho e reconheça publicamente seus esforços.

Quando pedir (mandar) para fazer algo aos seus colaboradores, procure explicar os motivos e o quanto isso é importante para a empresa. Evite tom agressivo, ou parecer que é uma imposição. Muitas vezes, o resultado depende mais da forma como passa a sua mensagem, do que seu próprio conteúdo. Procure evitar gritarias, raiva e imposição. Apenas explique.

Tenha coragem de reconhecer quando estiver errado e a grandeza de mudar quando necessário, ensinando seus colaboradores a sair da “zona de conforto” e lutar pelos objetivos deles e da empresa. Faça com que suas ações sejam coerentes com o discurso.

A maioria dos problemas com reuniões acontecem pela inexistência de planejamento. Entre os mais recorrentes, estão a convocação de pessoas que não precisariam estar presentes, o descumprimento dos horários, a perda de tempo e a falta de foco e objetivos, etc. Sem contar que muitos dos assuntos poderiam ser tratados por telefone ou e-mail. Chega a ser um absurdo o prejuízo financeiro que as reuniões causam às empresas. Por isso, pense em algumas formas de reduzir pelo menos 1/3 das reuniões e com isso dê mais tempo para que a sua equipe possa trabalhar e focar nas atividades realmente que são importantes.

Você deve ajudar as pessoas a alcançarem o seu pleno potencial. Mas para isso é preciso investir seu tempo nos membros da equipe. Não seja um gestor invisível. Ajude as pessoas a melhorar. As pessoas gostam de pessoas que ensinam coisas e que podem ser utilizadas imediatamente no seu trabalho.

Procure elogiar mais do que criticar. De uma forma geral, nos dirigimos mais para as pessoas, quando é para repreender. Nossa tendência é mais reativa do que proativa. Quando elogiar, seja sincero e oportuno. Esteja atento e aproveite quando a oportunidade aparecer. Um elogio sincero e oportuno apaga uma multidão de defeitos.

Chamar a atenção de um colaborador, às vezes, é necessário, mas faça-o em particular. Os outros não precisam saber disso. Lembre-se que o objetivo não é humilhar e sim corrigir uma falha, e se você demonstrar de que seu único objetivo é ajudar, as melhorias desejadas irão aparecer.

Muito se fala de senso de urgência, mas isso só valoriza o contexto errado do tempo. Valorize o importante na equipe. Em muitas empresas, os colaboradores estão sendo exigidos a assumir cada vez mais responsabilidades. Se você espera que as pessoas realmente vistam a camisa, você deve fazer com que participem na hora de estabelecer objetivos da empresa, regulamentos internos e até mesmo avaliações internas e remuneração. Estilos autoritários já não funcionam muito bem. As pessoas podem até aceitar a autoridade, mas desde que achem que estão ganhando com isso. Ou seja: vão baixar a cabeça enquanto valer a pena.

Quando se apresentarem vagas, sempre que possível, aproveite o pessoal interno (já conhecido) qualificado para a vaga em questão. Quando não for o caso, delegue a um profissional experiente (colaborador) o recrutamento e seleção com base num perfil estrategicamente definido. Evite contratar por simpatia pessoal.

Porém, gerir pessoas não é só criar sistemas de benefícios, fazer relatórios, ou outras atividades rotineiras. Vai muito além, pois é preciso saber como gerir e, mais importante que isso: conhecer os colaboradores a fundo e permitir que as pessoas certas estejam nos cargos certos. Além de evitar turnovers, agir com sabedoria torna o clima organizacional muito mais agradável.

Estas são algumas estratégias para quem precisa melhorar o desempenho da sua organização e o relacionamento com seus colaboradores. Mas, existem outras e diversas estratégias que poderão ajudar a sua empresa em 2014 com mais foco, produtividade e equilíbrio, o que consequentemente irá gerar mais resultados. De momento, o mais importante é perceber e entender que isso depende exclusivamente de suas ações efetivas.

facebook-profile-picture
Antonio Moreno
"O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem" Consultoria e Assessoria. CEO do Grupo Tradeclube Soluções. E-mail: antonio@tradeclubenetwork.com WhatsApp: 55-21-98117-2011
http://www.tradeclubenetwork.com

Deixe uma resposta

Top