Você está aqui
Home > Segmentos > Turismo Náutico

Turismo Náutico

O ambiente costeiro-marinho do Brasil possui uma diversidade de cenários e paisagens, que incluem praias, baías, estuários, costões rochosos, arquipélagos com centenas de ilhas, exibindo todas as condições para o desenvolvimento do turismo náutico como um segmento de referência.

O Turismo Náutico faz referência a todas as atividades de navegação (com embarcações) feitas nos mais diferentes lugares que possuem água, com as características pré-dispostas à movimentação e o deslocamento turístico.

O turismo náutico é composto por embarcações que podem ser caracterizadas a partir de porte, tipo de turismo, entre outros. Conhecer tais características contribui para compreender melhor a atividade.

Porte da Embarcação

  • Embarcações de grande porte ou iate: comprimento igual ou maior que 24 metros.
  • Embarcações de médio porte: comprimento inferior a 24 metros, exceto as miúdas.
  • Embarcações miúdas: comprimento igual ou inferior a cinco metros ou com comprimento total inferior a oito metros, que apresentem convés aberto ou convés fechado – mas sem cabine habitável –, sem propulsão mecânica fixa e que, caso faça uso de motor de popa, que não exceda 30 HP.

Tipo de Turismo

  • Turismo de cruzeiro: embarcações de turismo que prestam serviços conjugados com transporte, hospedagem, alimentação, entretenimento, visitas a locais turísticos, entre outros.
  • Turismo de recreio e esporte: barcos de pequeno e médio porte, que podem ser alugados ou do próprio turista. Cada tipo de embarcação possui autonomia e diferentes áreas de atuação.

Condução

  • Barcos conduzidos pelos proprietários: geralmente são veleiros (possibilita viagens regionais e até mesmo grandes viagens transoceânicas), lanchas (turismo regional) e iates (possibilita viagens pela costa e transoceânicas).
  • Barcos alugados: podem ser de bases de charter (médio porte, à disposição de turistas para passeios de 1 a 15 dias, para grupos fechados ou famílias) ou passeios oferecidos por agências, clubes e marinas (barcos de médio porte tripulados, no qual o turista divide a embarcação com outras pessoas que não fazem parte de seu grupo).
Imagem Reprodução
Imagem Reprodução


Ações recomendadas

Atente-se para os projetos de ordenamento náutico e instrumentos legais que surgem e os que já estão vigentes em seu local de atuação. Verifique e adeque-se para atender às exigências. Para isso, é necessário se planejar em relação a mão de obra (como a obrigatoriedade de mais profissionais que o atual contingente), duração do transporte ou parada (devido a limitações de tempo por embarcação), equipamentos de segurança individual para clientes e tripulantes, limitações em relação à visita em determinados locais (o que pode exigir adequação de roteiro turístico), cuidados com o meio ambiente (visando a preservação), entre outros aspectos;

Monitore a concorrência. Confira os materiais publicados nas mídias, participe de eventos e observe as ações promovidas. O ordenamento náutico contribui para a formalização e regularização do segmento e, consequentemente, uma concorrência mais justa. No entanto, é importante atentar-se para as ações dos concorrentes, sejam eles formais ou informais. A participação em eventos da área, além de possibilitar a análise do mercado (concorrentes, fornecedores, parceiros e clientes), contribui para conhecer novidades no segmento e analisar tendências;

Acompanhe os requisitos do mercado náutico. As grandes empresas do setor possuem alguns critérios para avaliar possíveis parceiros e fornecedores, o que se torna fundamental para conhecê-los e oportunizar bons negócios. O Sebrae iniciou o desenvolvimento de uma pesquisa para estudar o Perfil do Turista Náutico que, quando lançada, irá contribuir para compreender este público, entender os critérios que são considerados na hora das contratações e os aspectos que fazem com que os clientes não contratem mais determinada empresa. Também será feita uma pesquisa para realizar um panorama de mercado das empresas do setor náutico. Para ter acesso, fique atento às publicações na mídia ou no site da Instituição;

O desenvolvimento do segmento do turismo náutico influencia diretamente o crescimento e a ampliação da indústria nacional de barcos e navios. Deve-se entender como náutica toda atividade de navegação desenvolvida em embarcações sob ou sobre águas, paradas ou correntes, sejam fluviais, lacustres, marítimas e oceânicas.

Agradeço pela sua leitura e fique à vontade para enviar uma sugestão, dar mais dicas sobre o artigo ou crítica que será bem-vinda.

Saúde e Sucesso Sempre!!! Até Breve!!!

facebook-profile-picture
Antonio Moreno
"O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem" Consultoria e Assessoria. CEO do Grupo Tradeclube Soluções. E-mail: antonio@tradeclubenetwork.com WhatsApp: 55-21-98117-2011
http://www.tradeclubenetwork.com

Deixe uma resposta

Top