Você está aqui
Home > Dicas > Vamos iniciar um Networking?

Vamos iniciar um Networking?

Imagem Reprodução.
Imagem Reprodução.

Participar de encontros de networking é uma situação desconfortável para você? Imaginar-se em uma sala onde você não conhece ninguém e, praticamente, você terá de se aproximar desses estranhos, não é uma perspectiva muito agradável? Mas, saiba que não é preciso ficar em um canto esperando que alguém venha começar uma conversa com você. Entenda o que é networking e o que você poderá conquistar com isso. 

Networking é uma palavra em inglês que indica a capacidade de estabelecer uma rede de contatos ou uma conexão com algo ou com alguém. Essa rede de contatos é um sistema de suporte onde existe a partilha de serviços e informação entre indivíduos ou grupos que têm interesse em comum.

É uma palavra inevitavelmente relacionada com o contexto empresarial e indica uma atitude de procura de contatos com a possibilidade de conseguir um emprego, parcerias ou novos negócios. Apesar disso, networking não é uma atividade egoísta, em que uma pessoa só quer se aproveitar de uma outra pessoa para o seu próprio benefício. O intuito é a reciprocidade, o benefício deve ser mútuo.

É importante salientar que networking não é apenas conseguir novos contatos, mas também é saber manter os contatos. Além disso, no networking é mais importante a qualidade do que a quantidade dos seus contatos.

O networking é uma ferramenta do marketing pessoal que depende muito da aptidão social de alguém. Para construir uma boa rede de contatos é preciso ser eficiente no âmbito dos relacionamentos interpessoais.

Segundo o administrador de empresas e palestrante Max Gehringer, networking é “uma questão de paciência e não urgência”, ou seja, não é apropriado conhecer uma pessoa e imediatamente obter um benefício ao seu favor.

Portanto, antes de inscrever-se nesses eventos, acompanhe as dicas abaixo e elabore uma estratégia que poderá ajudá-lo a conseguir bons contatos de novas parcerias e novos negócios.

O primeiro passo é saber quem é você? Quais são as suas forças e fraquezas? O que você pode oferecer ao mercado? É fundamental saber responder a essas questões para saber quais são os ambientes e quem são as pessoas de que vale a pena se aproximar.

Procure reconhecer as oportunidades e ameaças do seu entorno. Invista no seu ambiente conhecido sem ignorar o mundo lá fora, e vice e versa e não deixe de visualizar as oportunidades de longo prazo. Você conhece mais pessoas do que normalmente você acha que conhece, e isto tem um poder maior do que você imagina.

Tenha claro os seus objetivos com o networking. Quem você quer conhecer? Em que empresas ou setores você deseja ser conhecido? Que tipo de pessoas quer atrair para o seu círculo? Sem responder a essas perguntas, você perderá tempo e energia com conexões improdutivas.

Invista tempo e energia apenas em interações de qualidade. Para conseguir se relacionar com as pessoas certas, frequente eventos relevantes para a sua área de atuação e participe de fóruns e discussões na internet em que você pode se destacar como contribuidor.

Com seus objetivos definidos, decida que perfil você quer transmitir de si mesmo. Você quer parecer um profissional maduro, sério e confiável? Ou prefere ser visto como alguém mais jovial, inovador e arrojado? Cultive uma imagem coerente com os seus objetivos profissionais e adapte sua comunicação a esse padrão. Todos buscam visibilidade e notoriedade. Determine um projeto em função da sua marca pessoal.

Saiba ouvir e fazer o outro se sentir acolhido. A chave para um bom networking está nas conexões emocionais que você estabelece com os demais. Manter um contato humano, pessoal e caloroso com o outro são atitudes capazes de despertar uma impressão favorável a seu respeito – e fazer toda a diferença lá na frente. Não se esqueça: foque em pessoas e não somente em negócios.

Explore tanto o ambiente online quanto o offline. Fazer parte de uma associação ou comunidade talvez seja o que existe de mais antigo em termos de networking. Procure aquela que tem afinidade e lembre-se de que pode fazer parte de uma comunidade em qualquer lugar do mundo. Redes sociais como LinkedIn e Facebook ajudam a “azeitar” relacionamentos presenciais e vice e versa. É fundamental buscar equilíbrio entre os dois universos para tirar proveito do melhor que cada um pode oferecer. Vale dar continuidade às suas interações por meio de diversos canais, do email ao ‘face to face’.

A manutenção da sua rede de contatos tem que ser diária. Não espere acontecer algo para poder ativá-la. As oportunidades acontecem todos os dias. Simplifique as informações que se encaixam com seus objetivos previamente traçados no seu planejamento.

Tenha paciência. Administre suas expectativas com base no seu tempo de experiência. Relações geralmente são construções de longo prazo – e, portanto, exigem esforço e persistência para funcionarem. Preocupe-se menos com o número de contatos que você pode acumular hoje, e mais com a profundidade dos relacionamentos que serão importantes para você amanhã. A recompensa tarda, mas não falha.

Entenda que o networking consiste numa troca. Não é apenas um escambo de favores pontuais, mas um intercâmbio duradouro de informações. Por isso, o bom networking é uma prática diária, e não uma ação feita quando a luz vermelha acende. Visto dessa maneira, o cultivo da rede de contatos se torna uma relação benéfica para todos.

Então, que tal começar agora? Aproveite e se apresente nos comentários. Diga quem é você, o que você faz e quais são os seus objetivos profissionais. Ah, e não se esqueça de deixar o seu contato, como por exemplo, as redes sociais que você participa, seu e-mail, seu site, seu blog etc… Gostaria muito de conhecer você!

Um grande abraço e Saúde e Sucesso Sempre!

facebook-profile-picture
Antonio Moreno
"O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem" Consultoria e Assessoria. CEO do Grupo Tradeclube Soluções. E-mail: antonio@tradeclubenetwork.com WhatsApp: 55-21-98117-2011
http://www.tradeclubenetwork.com

Deixe uma resposta

Top